Como potencializar a gestão das unidades e processos no Terceiro Setor?

A Ação Social do Paraná – ASP iniciou na segunda-feira, 27 de fevereiro, sua semana de capacitação dos gestores de unidades e supervisores de setores. “A proposta é proporcionar às pessoas que estão à frente das equipes mais ferramentas para lidar com os desafios da gestão destas equipes”, explica a coordenadora da ASP, Giceli Stoco.

Os desafios de uma entidade do Terceiro Setor como a ASP são diversos, entre eles está a gestão das pessoas. “Foram planejados diversos temas que podem contribuir com a solução de problemas que existem em comum no trabalho no terceiro setor”, afirma Giceli.

A ASP é a entidade responsável por administrar o Asilo São Vicente de Paulo, dois centros de educação infantil, uma brinquedoteca com atividades para crianças e adolescentes, Restaurantes Populares em Curitiba, além de projetos e serviços voltados para promover o bem. Nesta semana de capacitação estão participando todos gestores de unidades e também dos diversos setores.

A cada dia da semana de capacitação tem ocorrido uma palestra com tema pertinente ao desenvolvimento profissional dos participantes. Confira como tem sido a capacitação:

1º dia: “Eu, o Outro e o entorno”

Local: Sede administrativa da ASP

A parapsicóloga Ignez Ditzel conversou com os gestores sobre a busca pelo equilíbrio entre o pessoal e profissional. Os gestores foram estimulados a entender o significado real da responsabilidade em gerenciar pessoas e estarem à frente de ações que impactam na vida de muitas pessoas. A palestrante trouxe vários exemplos para mostrar que ter uma visão positiva da vida e de si mesmo muda muito o jeito que a vida acontece.

2º dia: Gestão Humanizada e suas ferramentas

Local: Restaurante Popular do Sítio Cercado

A palestra com Lucia Helena Rahme buscou deixar claro que cada pessoa tem sua personalidade e reage de diferentes formas às situações. “Um bom líder precisa entender as particularidades de cada pessoa, entender as dificuldades, qualidades e personalizar a liderança à cada pessoa. Não dá para liderar da mesma forma uma pessoa de 21 anos e uma 55”. O objetivo era falar de como é importante ter os procedimentos de gestão, mas saber realizar uma gestão humanizada das pessoas. Ela também tratou da compreensão de que cada pessoa tem seus sonhos e está em constante movimento e evolução.

3º Dia: Desenvolvendo pessoas: abordagem e treinamento

Local: Asilo São Vicente de Paulo

Helton Lopes Moreira trouxe sua experiência em treinamento de pessoal para falar sobre o papel do líder, sob uma perspectiva humanizada. Em sua fala, trouxe apontamentos sobre a importância de estabelecimento de processos e rotinas que sejam passadas com clareza para a equipe e sobre a importância em estabelecer metas que possam ser sempre compartilhadas com todos. Deu atenção especial à gestão de pessoas: “saber ouvir é fundamental. Mesmo que muitas vezes você já saiba o caminho, é preciso ouvir cada um da equipe, pois podem surgir boas ideias, além de valorizar assim cada membro da equipe”. Ainda apresentou uma série de dicas para o trabalho em conjunto.

4º dia: Terceiro Setor, legislação e procedimentos

Local: CEI Bom Pastor

Nelson Machado faz um trabalho de auditoria em organizações do Terceiro Setor, incluindo a ASP e ele apresentou aos gestores da entidade um tema de extrema relevância para quem ata no Terceiro Setor. “Os gestores das unidades e setores da ASP precisam entender bem a área em que atuam, pois o Terceiro Setor tem várias particularidades nos aspectos legais”. Machado tratou de temas como a forma correta de compras, prestação de contas, contratação, cessão e uso de benefícios, formas permitidas de captação e venda de serviços, entre outros temas. “Além de entender, é um conteúdo importante para que cada um possa defender ainda mais instituição, compreendendo todos seus desafios, ou seja, vestir a camisa”.

5º dia: Legislação Trabalhista

Local: Sede Administrativa

O Dr. Umberto Giotto é assessor jurídico da ASP e em sua fala tratou dos principais problemas que podem estar relacionados à gestão de pessoas a partir da legislação. Mais do que uma fala técnica, buscou falar sobre a forma de comunicação que os gestores devem ter com suas equipes, para saber lidar com pontos comuns de serem questionadas na área trabalhista, procedimentos e controles para evitar qualquer má interpretação ou conflito, compreensão das funções e outras situações relacionadas com a gestão dos colaboradores. “Um aspecto muito interessante da ASP é esta finalidade nobre associada ao bom ambiente que se cria para as equipes”.
A capacitação terá encerramento na nova unidade

6º dia: Encerramento será na segunda-feira, dia 5/03
Em 2018 a ASP deve inaugurar um novo trabalho: a gestão de um serviço para idosos do Lar Santo Expedito, em Santa Felicidade. A equipe de gestores terá o encerramento desta Semana de Capacitação na segunda-feira, aproveitando para conhecer as instalações desta nova unidade.

Confira as fotos da capacitação

Veja também como foi a abertura da Semana de Capacitação