2º Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional é lançado em Curitiba

Foto: Daniel Castellano SMCS

O novo Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Plamsan) define políticas públicas que direcionarão a alimentação dos curitibanos pelos próximos quatro anos. A construção do documento baseou-se nas demandas da população e no planejamento de ações para solucioná-las.

Foram mais de 300 os atores sociais participantes desta construção, entre entidades privadas, organizações sociais e comunidade. A Ação Social do Paraná fez parte do processo, contando com a participação do supervisor do Setor de Segurança Alimentar e Nutricional, Fernando da Silva, da nutricionista Jéssica de Lima e da nutricionista Tammy Kochanny Teixeira, que participou também como conselheira do COMSEA – Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Curitiba.

“Curitiba está comprometida com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e por isso é necessário uma requalificação do modelo de produção e consumo de alimentos com sistemas mais sustentáveis e compatíveis com a soberania alimentar, onde estão inseridos 34 mil agricultores e 4 milhões de consumidores de Curitiba e Região Metropolitana”, disse o secretário de Segurança Alimentar e Nutricional, Luiz Dâmaso Gusi, no evento de lançamento do Plano, realizado no dia 26 de novembro, no Mercado Municipal de Curitiba.

O evento contou com a participação do prefeito e secretários e representantes do Comitê de Segurança Alimentar e Nutricional da capital, que ajudaram na elaboração do novo plano. O diretor geral da ASP, Padre José Aparecido Pinto esteve presente na cerimônia.

Com informações de curitiba.pr.gov.br